quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Farofa delícia de farinha de rosca


Quando a gente fala de farinha de rosca, o que lembra? Empanados? Bem, aqui a gente lembra de farofa!
A farinha de rosca faço a partir de pão francês, pão italiano, então eu torro no forno, e trituro no liquidificador. Pronta a farinha! 

Aqui essa farinha é meio que aliada, ultimamente, pois as crianças comem quase tudo se a farofa aparecer misturada heheheh.

Ingredientes: (atenção para a medida da xícara: 240ml)
3/4 de xícara de farinha de rosca
3/4 de xícara de água
1/4 de colher de chá de curry
1/4 de colher de chá de páprica picante
1/4 de colher de chá de sal
2 colheres de chá de salsinha fresca
2 colheres de chá de cebolinha verde fresca

Preparo:
Leve a água com o sal, curry e páprica ao fogo, numa panelinha, até ferver. Quando ferver despeje a farinha, de uma vez, e mexa bem. Abaixe o fogo e mexa de vez em quando, por mais ou menos 10 a 15 minutos. quando estiver quase pornta, adicione a salsa e cebolinha, misture bem e desligue.

Pronto, uma farofa delícia e muito fácil.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Farofa para sorvete


olha a cor bonita da farofa!


Aqui rola um sorvete de vez em quando no calor. Estou de olho para comprar uma máquina de fazer sorvete e frozen em casa, não vejo a hora!

Hoje fiz uma farofa bem gostosinha para comer junto com o sorvete, e que pode acompanhar diversas sobremesas, como manjar, mousses, pudins...e mesmo numa cobertura de bolo, para dar um tchan!
Chocólatras de plantão, vamos lá!

Ingredientes: (atenção para a medida da xícara: 240ml)
1 xícara de castanha de caju torrada
1/2 xícara de açúcar mascavo
1/2 colher (de chá) de canela em pó
1 pitada de gengibre em pó
50g de chocolate amargo em barra (70% cacau) (1 quadradão)

Preparo:
Triture no liquidificador as castanhas. Junte o açúcar mascavo, triture mais um pouco. Ligue o forno. Coloque a mistura num refratário (marinex) pequeno. Adicione a canela e o gengibre. Rale o chocolate e misture. Leve ao forno por uns minutos, mexendo com a colher de vez em quando. Não sei exatamente o tempo que ficou, mas o suficiente para derreter um pouco o chocolate e incorporar às castanhas, formando umas bolotinhas.

Delicie-se com a sobremesa!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Refogado fácil de repolho com batata





Não costumo usar óleo para refogar as coisas, mas quando o faço, tenho o cuidado de não deixar o óleo queimar a ponto de fazer fumaça, nesse ponto ele está completamente saturado. Já fiz esta mesma receita assada, nesse caso, coloca os ingredientes numa marinex, e cobre com papel aluminio, mexendo de vez em quando! Igualmente fácil e gostoso.

Ingredientes
1 xícara de repolho picado
3 batatas médias picadas
1/2 cebola média picada
1/2 colher (sopa) de óleo de girassol
sal
orégano

Preparo:
Coloque meia colher de óleo de girassol na frigideira anti aderente. Pique a cebola sobre o óleo e leve ao fogo, até começar a aromatizar, não deixe queimar, muito antes disso junte a batata, o repolho, o sal (usei menos de 1/2 colher de chá).
Misture bem, adicione 1 xícara de água, uma pitada de orégano, e tampe a panela. Deixe cozinhar até amolecer as batatas, se precisar adicione mais água.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Arroz coloridinho




Vamos dar uma cara e um sabor diferente ao arroz nosso de cada dia?

Preparei um arroz com tempero de gersal, e cebolinha verde hoje para o almoço. O aroma está uma delícia e o sabor então mmmmm...

Ah e outra coisa, não precisa ficar fritando o arroz para cozinhar. Nossa, ainda muita gente prepara o arroz, fritando os temperos, mas não tem necessidade nem de óleo para cozinhar o arroz. Poupa a saúde, ingerindo menos óleo aquecido (o que é bastante prejudicial e tóxico a longo prazo, além de ajudar rechear o "catupiry" na cintura das pessoas...)

Ingredientes: (serve quatro pessoas, ou dois adultos e duas crianças, sobrando para o jantar :o))
medida da xícara: 200ml

1 xícara de arroz cateto integral
4 xícaras de água
1 cenoura média bem picadinha
1 milho (cortar os grãos com uma faquinha)
1 colher (sopa) de gersal ***
4 colheres (sopa) de cebolinha verde picadinha

Preparo:
Lave o arroz, colocando numa peneira grande e enxaguando. Acrescente a água, a cenoura picada, o milho, e cozinhe em fogo médio baixo. Pode precisar de mais água, ou não, depende da intensidade do fogo, se cozinhar bem no mínimo e em panela semi fechada, cozinha melhor e sem necessiade de acrescentar água. Quando estiver praticamente cozido, mas com um pouco de água no fundo, junte a cebolinha e o gersal. mexa um pouco com a colher, experimente se o tempero de sal ficou a seu gosto, senão, coloque mais um pouco de gersal. Espere secar um pouquinho mais a água e deligue o fogo, tampando bem a panela. Aguarde uns minutos e sirva! Fica parecendo um risotinho, bem gostoso.

domingo, 29 de novembro de 2009

Bolo de chocolate basicão


Eis um clássico da cozinha, um pouquinho repaginado. Ai, porque olha lá no caderno de receita que a gente herdou da mãe! Pede 1 xícara de óleo, socorro!!!

Sabe esses bolos sem cobertura, bolo de "dia de semana"??  Esse rende bem, numa forma redonda de 25 cm de diâmetro ele fica altão, bom para o lanche! Legal para as crianças é fazer em forminhas de cupcake, você pode comprar as forminhas em lojas de festas, tem de vários tamanhos. Também é possível congelar os bolinhos, depois de prontos. Olha só que fácil de fazer!

Ingredientes: (atenção para a medida da xícara: 240ml)
3 ovos (de preferência de galinha criadas soltas e felizes, sem hormônios)
2 xícaras de açúcar mascavo
1/2 xícara de chocolate em pó 50% cacau
1/3 de xícara de óleo
1 e 1/4 de xícara de farinha de trigo integral
1/2 xícara de farinha branca
1 xícara de água
1/2 de xícara de castanha do pará ou avelãs
1 colher (sopa) de melado (deixa bem macio)
3 colheres (sopa) de linhaça em sementinhas
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó

Preparo:
Bata as claras em neve e reserve. Ligue o forno para ir aquecendo. Triture no liquidificador, um de cada vez: a linhaça, depois as castanhas.

Na batedeira bata bem as gemas com o açúcar mascavo, o melado. Acresente a linhaça e a castanha triturada. Junte o óleo, a água, e os outros ingredientes, menos as farinhas. Numa tigela despeje o conteúdo do liquidificador, e junte a farinha. Por último junte a clara em neve, mexendo delicadamente. Leve para assar em forma beeeem untada e enfarinhada, pois a massa fica tão fofa que pode quebrar na hora de desenformar. Asse até espetar um palito e sair seco, o que dá uns 35 minutos ou 40, depende do seu forno. Dica: corte banana em rodelas em cima e polvilhe canela antes de assar!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Gersal!



Hoje eu fiz um temperinho muito fácil e saboroso aqui, tão simples, mas tão gostoso, e dá para utilizar em várias coisas. Na salada, no arroz, no feijão, no purê....

Eu já conhecia o gersal dos resturantes, mas nem sonhava que era tão fácil de fazer. Procurando mais informação descobri que não existe um padrão para a proporção, na verdade você pode adequar ao seu gosto.

Mas a ideia principal do gersal é diminuir o consumo de sal, aproveitando o sabor, o tempero e a funcionalidade do gergelim, que é rico em proteínas, fibras, cálcio e ferro, gordura do bem, vitamina E, do complexo B, e minerais (fósforo, magnésio, selênio, zinco e manganês).

Você certamente sabe de alguém que só conhece o gergelim de cima do pão da padaria! Mas podemos comprá-lo (o gergelim) em embalagens no mercado, ou melhor ainda, em loja de produtos naturais a granel. Chega a ser ridículo a gente não conhecer essas possibilidades, quando prepará-los pode ser tão benéfico para a saúde e relativamente simples de se obter.

Meu próximo passo, é preparar um biscoito salgado a partir do gersal. Mas por ora, vamos ao nosso tempero. Como sugestão da minha amiga Pérola, utilizei no preparo do arroz, mas achei maravilhoso mesmo para temperar o feijão! Ficou show! Até meu filho que não estava comendo bem, bateu um pratão hoje! Santo gersal hahaha



Ingredientes: (atenção na medida da xícara 240ml)
1 xícara de gergelim branco (encha até o marcador no 240ml)
1/8 de xícara de sal marinho (encha até o marcador no 30ml)

**ou se você preferir, utilize em colheres, sempre na proporção de 8 para 1. Eu gostei dessa proporção pois dá para "exagerar" no tempero, sem ficar muito salgado.

Preparo:
Pegue uma frigideira e leve ao fogo médio. Despeje lá os gergelins, e fique mexendo com a colher de pau por um tempo, até que eles dourem. Você sabe quando está pronto, pois as sementinhas começam a pipocar na frigideira, e soltar um aroma delicioso, e a cor fica parecida com cor de palha.

Coloque no liquidificador, adicione o sal e triture bem até virar um pó. Se você olhar bem na foto, ficaram umas sementinhas inteiras, porque eu não tive paciência para esperar triturar bem.

Guarde num potinho de vidro e vá utilizando nos seus preparos culinários.

O legal é assim, se em algum preparo qualquer você utilizava 1 colher (de chá) de sal, você pode usar quatro colheres (de chá) de gersal, que na verdade, de sal mesmo, tem 1/4 de colher! Sacou? Bem temperadinho e com menos sal.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Tricotando!


Bem, para quem não me conhece, essa sou eu, a Lu Trapp!  :o)


O que você vai fazer no feriado de sexta feira dia 20 de novembro?
Se é da turma que fica em São Paulo, amanhã farei um convite! Passa aqui pra conferir!

Aqui vai ter muita atividade para crianças nas férias. Nossas oficinas do "mãozinhas na massa" estão sendo preparadas para atender pequenos grupos (de 2 a 6 crianças) para se divertir aprendendo a fazer biscoito, pão, sanduiches bacanas.... tudo na nossa linha integral, natureba, orgânico e delicioso....respeitando a criança na sua "criação culinária".
Ah e com as "tias" maternas mais maluquinhas do pedaço: Lu e Pérola.

Ah e presta só atenção na nossa logomarca do Mãozinhas!


Criada pela talentosíssima dupla Fê Passos e Nadia Lemos! Se você precisa de ideias para o seu negócio, alguma solução em marketing, quer produtos ecológicos, agregar sustentabilidade ao seu modelo de gestão, ou simplesmente não sabe que nome dar a sua empresa.  Pois é meu filho, essas meninas são a solução para os nossos problemas!!! Unidas, deram vida a "Subi no Limoeiro"
Logo vai ter o site completinho! Anota aí, que quando lhe jogarem um limão, vc terceiriza a limonada e facilita sua vida!


Outra coisa é que aqui no blog, a partir de já vou escrever as receitas com medidas padrão! E fazer uma lista bem completa aqui para facilitar a vida de quem não tem medidor em casa. As receitas que já estão aí não vou mexer, minhas xicaras-medida eram de 200ml. A mudança vale para as próximas :o) ok? Assim não tem mais erro.

Ah, olha só esse pão de queijo caseiro que estou testando. Ainda não cheguei na excelência dessa receita, mas já fica aí uma foto do teste-piloto para dar água na boca!



E por último, vou postar umas receitas explicativas no youtube, para quem mora loooonge acompanhar! Dá sua opinião e sugestão aqui!  Espero ter uma video aula (hohohohoh) ainda este mês

bjos e queijos!

sábado, 14 de novembro de 2009

Homus (creme de grão de bico)


Você janta? O que comer nesse calor? Se você é da turma do café com pão à noite, experimente fazer esse homus delicioso para degustar com pão e salada no jantar de verão!


Ingredientes
200 gramas de grão de bico
5 colheres (de sopa) de tahine (pasta de gergelim)
3 dentes de alho
suco de 1/2 limão
sal a gosto (usei pouco menos que 1 colher de chá)
pimenta síria (1 pitada)

Deixe o grão de bico de molho de 12 a 24 horas. Troque a água, coloque o suficiente para cobrir os grãos, coloque na panela de pressão, e assim que começar a fervura, conte 10 minutos e desligue a panela.

Com uma escumadeira, retire os grãos da panela, junte 1 xícara da água do cozimento, o alho, tahine, pimenta e o suco de limão, batendo bem até virar um creme. Se preciso acresente mais um pouquinho de água do cozimento (se o liquidificador não conseguir trabalhar). Experimente um pouco, às vezes eu coloco mais alho, mas sem exageros, para não virar uma pasta de alho! :oP.

Coloque em pequenos potes, regue azeite, cubra com um prato em cima, e leve à geladeira para resfriar um pouco antes de servir.

É uma opção para passar no pão no lugar da terrível margarina, no café da manhã. Dura até 1 semana na geladeira. E rende bem, viu? Desses potinhos da foto, rendem 4 unidades e 1/2!

sábado, 7 de novembro de 2009

Pão de queijo família Trapp


olha que pãozão!

Hahaha, gente essa receita é aquelas de família heim!

Quando namorava meu atual marido, toda quinta feira era dia de pão de queijo na casa da mãe dele. Então no final do dia todo mundo ia do trabalho direto pra lá se deliciar e jogar conversa fora. E como somos do sul tchê, sempre tinha um chimarrão pra acompanhar.  Fica a dica aí, reúna seus amigos ou família e faz uma roda de pão de queijo sô!

Eu alterei poucas coisas, como a quantidade de óleo, que ia 3/4 de xícara, diminuí, e mudei os polvilhos um pouco para equilibrar

Ah, a foto eu coloco amanhã, pois não deu tempo de tirar, comeram tudo antes de conseguir fotografar OK? mas essa receita não tem erro :o)

Ingredientes: obs: medida xícara: 200ml

3 ovos (de preferencia de galinha criadas soltas, felizes, e sem hormônios)
1 xícara de queijo ralado (usei um meia cura)
1 xícara de leite (prefira os de pacotinho ou garrafinha refrigerados, que tem menos aditivos do que os de caixinha. Eu uso a marca "fazenda boa vista")
1/4 xícara de óleo de girassol
sal a gosto (usei 1 colher de chá rasinha, pois a quantidade varia de acordo com o queijo que vc usa)
1 e 1/2 xícara de polvilho doce (faz ficar macio por dentro)
1 e 1/2 xícara de polvilho azedo (faz ficar crocante por fora e cresceeeer)

Preparo:
Ligue o forno no quente para aquecer. Coloque os ingredientes um a um no liquidificador, batendo bem a cada adição. Unte forminhas de pão de queijo ou muffins (eu uso essa, para ficar bem grandao) encha até 3/4 da capacidade, ou até em cima, se quiser que eles fiquem como cogumelos gigantes. Coloque no forno regulando para médio- quente e asse até crescer e dourar levemente em cima. Rende uns 12 pãezinhos médios! Deixe assar bem pra ficar douradinho e crocante igual aos meus heim!!    :o)

Faça essa receita já! Já! Já! Já!   :o)

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Para quem tem filhos.....

Pessoas queridas!
Nestes sábado estará rolando um encontro superbacana cheio de palestras e oficinas sobre mãe+bebê aqui em São Paulo. O horário é das 10 as 17 na Rua grajaú, 599. 

Rola um bazar também cheio de coisinhas de bebês e crianças, a um precinho joinha! Se vc é mãe e quer comprar sling, blusas de amamentação, roupinhas, brinquedinhos etc, ou quer simplesmente vir conhecer a galera, não fique tímida e apareça! Pode vir com o marido, avó, a amiga, a irmã.....Vai rolar apresentação de canto liiiindo de mães com bebês também.

Eu estarei lá com minha amiga-sócia-quituteira Pérola, levaremos uns preparados integrais nossos para vender fresquinhos que serão preparados sábado de manhã (pão integral, pão de centeio, pão de amêndoas, bolos, biscoitos...), e também para quem quiser conversar sobre alimentação da família, dos filhos, quiser uns truques e dica de preparação dos alimentos, das papinhas, da introdução de alimentos, estaremos lá para isso também!

Viu quanta coisa legal??? Se vc for fazer um passeio com sua família no sábado, dá uma chegada lá, pois certamente estaremos no meio do caminho do seu passeio, ali do lado da sumaré, heitor penteado...

Esse evento é uma parceria da ong matrice  e o espaço foi oferecido pelo nosso querido Cacá (pediatra super humanizado que apóia a amamentação

Olha o convite aí!


terça-feira, 3 de novembro de 2009

Bolo salgado fácil de escarola


Sabe uma coisa que me irrita em tortas salgadas? Fazer a massa no liquidificador, coloca metade, põe o recheio, joga o resto da massa, af! Inventei esse que mistura tudo.

Rapidinho para o almoço, ou para servir com salada no jantar!


Ingredientes: (a xícara corresponde a 200ml)

1 maço de escarola
1 cenoura média crua ralada (ralo fino)
1 cebola média picadinha
1 tomate sem pele e sementes
3/4 xícara (chá) de agua
1 colher de oleo de girassol
3 colheres (sopa) de sementinhas de linhaça
1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo branca
1 colher (sopa) de fermento em pó
7 azeitonas
4 colheres de salsinha picada
1 colher (sobremesa) rasa de sal
2 ovos
*pedaços de queijo (opcional - eu usei o minas padrão, uns 10 cubinhos de 1 cm)

Preparo:
Lave bem a escarola, e leve na panela de vapor por alguns minutos, para ela amolecer. Espere esfriar um pouco, pique bem picadinho e reserve.

Bata no liquidificador a água com a linhaça até triturar. Passe para uma tigela, junte os ovos, e os outros ingredientes aos poucos até incorporar. Junte a escarola picada. Acerte o sal. Prepare uma assadeira média, unte e enfarinhe.

Asse em forno pré aquecido por mais ou menos 35 minutos, ou até dourar em cima. Se quiser polvilhe orégano antes de assar.

O pão de mel

Gentem arrumei o post de pão de mel,

http://lutrapp.blogspot.com/2009/10/pao-de-mel-perfeito.html


acessa lá, e arrasa!

bjs

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Bolo salgado de abobrinha e couve


Hoje inventei esse bolo bem fácil para o almoço. Servi com arroz integral, feijão, e legumes (milho, cenoura e chuchu) no vapor, faltou a salada, que acabou mesmo, preciso fazer a feira :o).

Serve bem para um lanche da tarde, com um suco natural de laranja ou outro rico em vitamina C, para ajudar a absorção do ferro que tem na couve!.

Ingredientes: (obs: medida da xícara 200ml)
2ovos
1 abobrinha pequena ralada (dá mais ou menos 1 xícara)
3 azeitonas picadas
1 xícara de couve picadinha
1 cebola picadinha
cebolinha verde e salsinha freca picados, a gosto
1/4 de xícara de óleo de girassol
2 colheres (sopa) farinha de centeio integral
2 colheres (sopa) farinha de trigo branca
sal a gosto (eu usei menos de 1 colher de cafezinho rasa)
1 colher (sopa) de fermento em pó

Preparo:
Muito difícil, veja: misture tudo numa tigela, e coloque numa assadeira untada, para assar em forno pré-aquecido por mais ou menos 30 minutos, ou até corar em cima. Usei uma assadeira de vidro retangular, a menor que eu tinha.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pão de castanha do pará e sementes de girassol


Esse é o pão que eu mais gosto!! :o)) Tudo nele é perfeito, a textura, o aroma, maravilhoso de se comer sem passar nada em cima. E recém tirado do forno, então, como esse que preparei para o lanche da tarde das crianças hoje.
É um pão amigo do coração, cheio de gorduras do bem, a castanha + girassol. A semente de girassol, é riquíssima em antioxidantes, e vitaminas do complexo B, selênio e outras cositas que fazem um bem danado à saúde. A castanha do pará também é rica em selênio, mineral que aumentas proporções do colesterol bom e necessário ao organismo. Além de tudo isso, a ingestão de  selênio tem ligação com o bom humor, então faça o pão, coma e fique feliz!

Ingredientes: obs medida da xícara 200ml
1 tablete de fermento fresco (15g) ou 1 colher (sopa) de fermento granulado
1 colher (sopa) de açúcar demerara ou mascavo
1/2 xícara de castanha do pará
1/4 de xícara de semente de girassol torrada e descascada
1 colher (sopa) de sementes de linhaça
1 colher (sopa) de óleo de girassol
250 ml de água (1 xícara +1/4 de xícara)
2 xícaras de farinha de trigo integral
1 colher (chá) bem rasinha de sal
farinha branca até dar o ponto (eu usei 3/4 de xícara)

Preparo:
Numa tigela, misture o fermento, o açúcar e a água. Coloque no liquidificador a linhaça, triture e acrescente à tigela com o fermento. Pegue o liquidificador novamente, e coloque lá as castanhas do pará, e as sementes de girassol, triture bem, e misture na tigela, junto com os outros ingredientes. Misture e adicione o óleo, a farinha integral, o sal. Se tiver batedeira planetária, ou outra que aguente a massa pesada, é hora de usar, por uns dois minutos, e colocando a farinha branca aos poucos, até que a massa não grude nas mãos. Pode sovar na mão também, numa superfície limpa, polvilhada de farinha. Deixe descansar até ela crescer, vai dobrar de volume. Enrole o pão no formato. As vezes eu faço assim, polvilho farinha na mesa, coloco a massa lá, polvilho mais farinha em cima, estico a massa com o rolo, dobro as beiradas para dentro, para que fique do tamanho da forma, e enrolo, tipo um rocambole. Coloque na forma, aguarde crescer e então asse em forno pré aquecido. O forno deve estar bem quente para colocar o pão, depois ajuste para o médio, asse por uns 40 minutos, ou até dourar.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

"Tapioca prata??" de uva!



Sabe que na minha última sapeada pela zona cerealista aqui em São Paulo (av Mercúrio, no Brás), comprei algo diferente, mais uma vez. Minha loja eleita lá é o Vivenda Vida, onde os produtos são fresquinhos, o atendimento é bom, os produtos não vem com carunchos ou com cheiro de velho, como já aconteceu em compras que fiz em outras lojas lá nas redondezas.

Como dizia, comprei desta vez um pouco de "tapioca prata", que eu na minha inocência acreditei que ia jogar na frigideira quente para virar aquele pastelão de tapioca. Hahaha, santa ignorância! Essa tapioca prata é tipo um sagu quebradinho :o)

Passada a frustração (amo pastelão de tapioca), respirei fundo e estou descobrindo as possíveis utilizadades para o tal produto. Então fiquei muito feliz, pois para sobremesa das crianças ele pode substituir a medonha gelatina (um poço de corantes e açúcar).

Bem, eu nunca tinha feito, mas fui medindo e ficou assim, muito bom. Ah o detalhe também é usar um suco de uva orgânico e decente. Eu experimentei um suco de uva que comprei no Pão de Açúcar, incrivelmente bom, eu diria que é o suco mais gostoso que eu já bebi, cor púrpura, encorpado, sem adição de açúcar, certificado orgânico pela ecocert, é da marca Mena Kaho, vou colocar a foto lá embaixo.


Ingredientes: (obs medida da xícara 200ml)
1 xícara de "tapioca prata" (o tal sagu quebradinho)
4 xícaras de água
10 pauzinhos de cravo da índia
1 canela em rama
1 e 3/4 de xícara de suco de uva orgânico (use um suco decente, e não maguary ou similares artificiais heim!)

Preparo:
Lave a "tapioca prata" em água corrente, e depois deixe de molho nas 4 xícaras de água. Deixe lá por mais ou menos 1 hora, ou até a tapioca sugar quase toda a água. Leve numa panelinha ao fogo médio-baixo, com a canela e o cravo, até as bolinhas brancas ficarem quase transparentes. Assim:


Desligue o fogo, junte o suco de uva, misture bem, passe para uma tigela de vidro e leve à geladeira para resfriar.

Detalhe básico: não fica muito doce, apenas o natural do suco (que não tem açúcar) mas as crianças adoraram. As formigas adultas de plantão acrescentaram duas colheres de leite condensado na tigelinha de servir. Eu preparei minha tigela com uma camada de banana prata picada, a "tapioca" de uva, e uma colher de leite condensado. Gente, que delícia, só experimentando pra saber!

Gostei desse negócio e vou experimentar fazer com frutas naturais, pois depois de bem gelado ele fica tipo uma gelatina, imagino que com morangos orgânicos deve ficar uma coisa de louco.



terça-feira, 20 de outubro de 2009

Couve-flor crocante ao forno


Os créditos dessa receita são de Fernanda Passos!

Um couve flor com um gostinho especial e levemente picante.....

Ingredientes:
1 couve flor média
1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1 xícara (chá) de queijo ralado (usei o queijo prato, mas a dona da receita já usou meia cura e também ficou bom!)
1 colher (chá) de curry
1 colher (chá) de páprica picante
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
1 colher (chá) de sal

Preparo
Cozinhe a couve flor no vapor, até ficar molinha. Eu continuo usando meu cesto de inox para vapor dentro da panela de pressão. Coloquei um copo d'água, o cesto, acomodei as couve-flores, tampei a panela e assim que a pressão começou, contei um minuto e desliguei, deixando a panela lá, sossegada até a pressão sair sozinha.

Enquanto cozinhava, eu misturei o queijo, a farinha, a manteiga, o curry e a páprica. Liguei o forno. Misturei as couve flores com a farofa, e como a couve estava quente, o queijo foi derretendo, e enquanto misturava, foi virando um grude (eu achava que isso não ia dar liga, ou estava faltando ingredientes! :oP)

Peguei um refratário de 17x28cm, sem untar, e despejei a mistura lá, sem alinhar mesmo. Ah antes disso é bom experimentar o sal, o meu ficou faltando um pouquinho, mas tudo depende do queijo que você está usando, tem uns mais salgados, outros menos. O tempo de forno vai variar, sugiro um forno médio-quente. Eu ainda liguei o dourador, por último, para corar em cima. Ficou cerca de 30 minutos no total. Sirva quentinho e surpreenda até quem não gosta de couve-flor!

Sugestão da Fernanda: arroz integral, salada de rúcula e feijão azuki para acompanhar!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Linhaça! Suco desintoxicante



Vivendo e aprendendo! Outro dia recebi um e-mail da minha amiga Fer, sobre uma informação que ela viu na revista dos vegetarianos. A questão é: como aproveitar bem os nutrientes dessa semente, a maneira correta de utilizar e principalmente como NÃO utilizar.
Todo mundo já conhece os benefícios absurdos da linhaça! Além dos ômegas 3, 6 e 9, tem fibras e protege nosso organismo de diversas doenças. Mas olha lá a moderação no consumo, pois o excesso pode comprometer a absorção de outros nutrientes. O indicado é 1 colher de sopa por dia para adultos; e para crianças 1 colher de sobremesa.

Devemos evitar comprar a farinha pronta, ou armazenar essa farinha de linhaça por muitos dias. O correto é comprar as sementinhas. Na hora em que vc for preparar a sua receita, vc coloca uma porção no liquidificador (digamos, 1/2 xícara) e tritura até virar uma farinha. Então você utiliza o que precisar, e o que sobrou, coloca num recipiente, tampando bem, e guarda na geladeira para utilizar em até 3 dias. Por quê? Porque acontece oxidação das gorduras assim que é rompida a casquinha.

Outra maneira melhor ainda é deixar a semente de molho por, no mínimo 8 horas, quando entra em processo de germinação. A água em que ficou de molho é rica em mucilagens, que trata diversos problemas estomacais, constipação etc. Daí as sementes usa onde quiser, na salada, no bolo.... pode bater com água no liquidificador e acrescentar à massa do bolo, pão, etc... Eu sempre uso em vários preparos. Mas antes eu triturava porções maiores e guardava, agora aprendi que deve ficar refrigerado, e protegido da luz quando estiver moída. As sementes inteiras não precisam ser guardadas na geladeira.

Uma dica facinho para quem quer começar bem o dia é fazer um:

Suco desintoxicante:

Ingredientes (para 1 copo de suco)
1 colher de sopa de sementinhas de linhaça dourada
1 rodela de abacaxi
1 pedacinho de gengibre

Preparo:
à noite deixe uma colher de sopa de linhaça de molho em meio copo dágua. No dia seguinte, coloque no liquidificador, acrescentando uma rodela de abacaxi, um pedacinho de gengibre.  Se quiser acrescente gelo, e beba em seguida.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Aspargos!


Você já comeu aspargos? Se sim, que ótimo pois ele é uma excelente fonte de vitaminas A, B, C, cálcio, ferro, ácido fólico, sais minerais, potássio; além de desintoxicar o organismo. Minha filha ama aspargos, come degustando, é uma gracinha. Leia-se aspargos cozidos, sem tempero, só a planta.

Aproveite que agora é época, e aprecie esse sabor. Ao escolher, prefira os firmes e com talos não muito grossos. O aspargo não deve estar mole, dobrando. Assim que chegar em casa, se não for prepará-los no mesmo dia, coloque-os num copo com água e deixe refrigerado, para consumir em até três dias. Ela é uma planta nativa da Europa, mas já vem sendo cultivada no Brasil e em outros lugares do mundo há algum tempo. Eu compro na feira, não sei se ela é disponível no plantio orgânico, certamente sim.

Ingredientes:
8 aspargos frescos (comprei o verde)

Preparo:
Na hora de higienizar, corte uns três centímetros do talo e descarte. Às vezes o aspargo está velho e fibroso, nesse caso você deve descascá-lo, tirando a pele em volta dele também. Deixe de molho na água com vinagre, por uns 15 minutos, depois enxague bem, e coloque na panela a vapor, para cozinhar um pouco. Eu não uso panela a vapor, uso um cesto de inox para vapor que eu coloco dentro da panela de pressão. Como eles são compridos, deixo a panela aberta até conseguir entortá-los. Acrescento um copo de água (que não vai ficar em contato com os aspargos) e assim que a pressão começar, deixo uns 3 minutos, e espero a panela esfriar sozinha, para então abrir.

Retire os aspargos, coloque sobre um prato e sirva, com a refeição. Você pode preparar cremes para molhar os aspargos, mas com certeza deve aprender a apreciar o sabor único (sem sal e temperos), pois é o jeito mais delicioso, nutritivo e tão simples, ideal para habituar as crianças a descobrir novos sabores.

domingo, 11 de outubro de 2009

Sequilho de castanha do pará


Bem, não é necessariamente um sequilho, mas como usei polvilho na massa então batizei assim esse biscoitinho que inventei para comemorar a gravidez da minha amiga Lígia! Como todo bom sequilho, é bom ter uma xícara de café, ou um copo de água por perto :o)

obs: medida da xícara: 200ml

Ingredientes:
1 ovo (de preferência de galinhas criadas soltas e felizes)
1 xícara de açúcar mascavo
1 é 1/2 xícara de castanha do pará
1/2 xícara de água
1 colher de sopa de mel (opcional, obs: só adicione no final se a massa ficar muito dura)
2 xícaras de polvilho doce
1 colher de sopa de fermento em pó
1 xícara de farinha de trigo integral

Preparo:
Triture as castanhas do pará no liquidificador, até moer bem. O restante da massa eu preparei na batedeira: Junte o ovo e o açúcar, batendo bem até virar um creme. Vá colocando os outros ingredientes, a castanha, água, mel, o polvilho, o fermento e por último a farinha. Na hora de acrescentar a farinha, tome cuidado para a massa não ficar muito dura, nesse caso, não coloque toda a farinha, adicione sempre aos poucos. E não se preocupe que não vai desmanchar no forno. A massa deve ficar firme, mas não dura, por isso prefiro utilizar a batedeira.

Preaqueça o forno, unte uma assadeira, e coloque colheradas da massa, com colher de sobremesa, moldando. (já fiz outra vez, rolinhos, e cortei com a faca, tipo nhoque, achei mais fácil). Deixe assar por cerca de 20 minutos, ou até dar uma douradinha. Deixe esfriar para tirar com uma espátula. Quando faço biscoitos, uso duas assadeiras, pois enquanto uma leva está assada esfriando, a outra já está indo ao forno. Rende mais ou menos 50 biscoitos, guarde em potes bem fechados.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Organizando as farinhas e outras cositas!



Pronto, você chegou em casa com mil pacotinhos de farinha que comprou lá na loja de produtos naturais. O que vai fazer, deixar tudo empilhado lá, de maneira que nunca encontra aquele que precisa para receita, e quando encontra ele já está estragado, pois ficou caído atrás de outra coisa.....ai meus sais...

Sei, já tive que escutar piadinhas pelo meu jeito de organizar as coisas, que eu sou a mulher-etiqueta, mas fica tão prático! Olha na cozinha, OK não está tudo maravilhoso como eu gostaria, já que as etiquetas não estão seguindo um padrão, mas dá para entender, não é? Ah, não, não como tanto sorvete assim, aliás evito. Os potes são doados, em sua maioria, eu peço mesmo, lavo e daí armazeno. Estes em sua maioria são da casa de mamis. Como dá para ver, ainda estou em deficit de potes, tem umas coisas que ainda tive que deixar nos saquinhos, então se alguém quiser me doar uns potes eu aceito, heheh.

Então eu faço assim, depois que coloco as benditas farinhas nos potes de sorvete (previamente limpos e bem secos) organizo as coisa por setor. Daí coloca a etiqueta. Num armário tem potes com arroz e coisas de almoço, grãos etc. No outro armário, só farinha (integral, centeio), maisena, polvilho, aveia; na prateleira de baixo, castanhas e petiscos etc.

Sei que o ideal mesmo seriam potes de vidro para tudo, maaaaas, como uso os armários mais baixos e tenho crianças em casa, apesar de eles não abrirem os armários da cozinha, evito essas coisas de vidro, se acontecer de cair no chão o trabalho será de recolher a sujeira, e não de tratar dedinhos machucados...

Mais do mais, é uma maneira de reciclar. Organizar + reciclar = cozinha inteligente = eficiência e menos perda de tempo!

Pense nisso e dê um passinho de organização na sua cozinha também. Tem mais dicas??? coloque aqui nos comentários!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Feijão pra semana inteira


Vamos lá, quem não sabe cozinhar um feijão? Tem gente que não sabe, tem medo da panela de pressão, ou já tentou, derreteu, ficou ralo e sem graça enfim.....

É muito fácil, muito mesmo.  Aqui em casa eu faço assim, cozinho uma porção que dá para sete ou dez dias, lembrando que tenho dois filhos. E uso feijão apenas no almoço. As fotos são dos potinhos que eu congelo. Vambora aprender a fazer!

Ingredientes
3 xícaras de chá de feijão cru, é mais ou menos 500g (eu gosto de usar o feijão preto!)
água
panela de pressão

Preparo:
Escolha o feijão para eliminar as pedrinhas. Em seguida, coloque na panela de pressão, lave, mexendo na água com as mãos. Jogue a água suja. Cubra os grãos com bastante água, tampe a panela, e deixe de molho de 12 a 24 hs. (Eu costumo fazer isso na hora que preparo o café da manhã).

No outro dia, abra a panela, certamente vc vai sentir um cheiro forte, pois os grãos entraram em processo de germinar, o que é muito bom, pois além de amaciar o feijão, o grão eliminou os fitatos. Eu costumo desprezar esta água. Coloque 7  ou 8 xícaras de chá de água. Feche a panela, e leve ao fogo médio. Ah se gostar de louro coloque uma folhinha para cozinhar junto. Quando iniciar a pressão, conte 8 a 10 minutos. Terminado esse tempo, desligue a panela, e deixe a pressão sair sozinha, pois assim o feijão vai terminar de cozinhar.

Quando a panela esfriar completamente, vc pode abrir para congelar uns potinhos, lembrando de não encher até em cima, deixe pelo menos 2 cm de folga, pois qualquer produto expande, ao congelar. Leve ao freezer. Congelamos o feijão assim, cozido e sem sal. Você vai temperá-lo na hora que for usar.

Detalhe: na hora de usar o feijão congelado, lembre disso um dia antes, tipo à noite. Você tira do congelador e coloca na geladeira, para o processo acontecer naturalmente. Não use o microondas ou água quente para descongelar potes de plástico; plástico aquecido = substâncias cancerígenas, mas isso é outro papo.

Agora vai lá temperar o feijão, com cebola, alho e cebolinha verde picadinhos, refogado num óleo de girassol. Não exagere no sal heim! para essa quantia toda de feijão usamos menos que 1/2 colher de sopa de sal, então para cada potinho que você descongelar, salgue com pitadas de sal, e experimente, até aprender a dosar.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Bolinho assado de legumes com arroz


Pensou em bolinho de arroz pensou em fritura certo?? errado!
Passeando ontem pelo blog da minha amiga Pérola, não me contive e quis experimentar fazer bolinhos de arroz assados. Eu não costumo cozinhar só arroz integral, quase sempre utilizo uma xícara mista de arroz integral, cevadinha e trigo em grão, previamente deixados de molho por 12hs, para reduzir os fitatos. Então utilizei este para o preparo dos meus bolinhos, já que tinha sobrado uma pequena porção do que eu cozinhei ontem para o almoço. Em contrapartida tive de usar farinha branca, pois minha integral acabou :o(  Preciso visitar a zona cerealista urgentemente!

Ingredientes
1 ovo (de preferência de galinhas criadas soltas, sem hormônios)
1/2 cenoura pequena
1/2 abobrinha italiana pequena
1 cebola
1 folha de couve
3/4 de xícara de arroz cozido
1 colher de sopa de óleo de girassol
1 colher de sopa de farinha de linhaça (triture as sementes na hora em que for utilizar)
1 pitada de sal
4 colheres de sopa de farinha de trigo integral
1 colher de chá de fermento em pó


Preparo
Pegue uma tigela e rale os legumes no ralo fino. Rale a cebola também, e pique o couve bem fininho. Adicione os outros ingredientes, por último o fermento. Unte uma assadeira, coloque colheradas da massa, (polvilhei sementes de papoula), e asse por mais ou menos 25 - 30 minutos em fono médio- forte, ou até ficarem levemente dourados. Rendem 11 deliciosos bolinhos. Para acompanhar, uma salada, um feijãozinho, e um suco de frutas natural

Dica: se tiver cebolinha verde em casa, acrescente à massa também!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Quiabo sem baba


Ahá, espero que esse jeito simples de preparar faça com que você, que não come quiabo por ele ser babento, tente preparar desse jeitinho. A minha filha sempre gostou de quiabo, por vezes era a única coisa que comia do prato! Fiz uma receita pequenininha, porque daí se ninguém comer, pelo menos o desperdício será menor hehehe!! Ah, na hora de escolher os quiabos prefira os menores, e mais molinhos, os duros são muito fibrosos, e não amaciam no cozimento, não fica legal. Se puder quebre um ao meio, para ver se ele abre com facilidade, se sim, pode levar que está bom. Se tiver que ficar retorcendo o quiabo para ele quebrar, esqueça, deve estar velho e fibroso.

Ingredientes:
10 ou 15 quiabos pequenos ou médios
1/2 limão
1 pitada de sal
1/2 xícara de água (100ml)

Preparo:
Lave bem os quiabos, de preferência com uma escovinha (eu comprei uma escova de dentes nova e uso para lavar os alimentos). Coloque num prato e corte em rodelas. Passe para uma panela pequena, acrescente uma pitada de sal, esprema o limão, junte a água. Mexa levemente para misturar e leve ao fogo baixinho, levemente tampado até a água secar. O quiabo vai mudar de cor, e quando secar a água está pronto. Vc pode temperar, depois de frio, com azeite de oliva; eu gosto mesmo é de servir só assim, sem nada.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Pão crocante com ovo no grill



Quem tem criança sabe, o quanto é difícil às vezes fazer com que eles sentem e comam a refeição à mesa, sem contar as fases alternadas de apetite zero e apetite voraz.....e quando enjoam de certos alimentos....aff! Aqui em casa eu tenho uns truques que é mudar a apresentação do pão na hora do café da manhã.

Essa receita á de minha mamis, comíamos quando crianças, mas o detalhe é que na hora de preparar, a coisa era frita numa frigideira com óleo. Ficava delicioso, mas sabemos que qualquer óleo aquecido fica saturado, então não é uma boa pedida, principalmente se tratando de alimentação infantil.

Como já disse em outros posts, prefiro oferecer a cota de gordura em forma de abacate, côco, castanhas e azeite de oliva, esporadicamente uma manteiga de boa qualidade. São as melhores fontes de gordura que há!

Esse, por exemplo, eles adoram e é ridículo de tão fácil de fazer. Essa receita serve duas pequenas crianças famintas, acompanhado de um belo copo de suco natural fresquinho!

Ingredientes:
2 fatias de pão caseiro
1 ovo (de preferência de galinhas criadas soltas, sem hormônio)
1 pitada de sal

Preparo:
Ligue o grill para aquecer (eu uso o george foreman grill). Pegue um prato fundo, quebre o ovo lá dentro, coloque uma pitada de sal, e mexa bem com um garfo. Corte cada fatia de pão em quatro, mergulhe cada pedaço de pão no ovo, e acomode no grill, até ficar douradinho. Enquanto esfria prepare o suquinho e sirva!

 Dica: acrescente uma pitada de orégano ou cebolinha verde picadinha fresquinha, para variar.


terça-feira, 29 de setembro de 2009

Vamos fazer uma lista de compras?

Acho que muitas pessoas ficam confusas diante de tantas opções, quando entram nessas lojas a granel. Eu tenho uma listinha que é bem simples e básica, que usei logo que fui mudando a alimentação do povo aqui de casa.

Vai depender do tamanho da sua família, lógico, por isso fiz uma lista pequena que atende bem uma família de 3 pessoas. Repito, não é uma lista completa, é uma lista para iniciantes, daí dá para vc entrar aqui no blog e poder fazer todas as receitas sem faltar ingredientes!

Lista Básica
200g de germen de trigo tostado
200g de fibra de trigo
1,5 kg de farinha de trigo integral fina
300g de farinha de centeio fina
1kg de açúcar mascavo
500g de açúcar demerara
300g de linhaça (eu compro as sementes e trituro no liquidificador na hora de usar)
300g de chia
200g de castanha de caju
200g de castanha do pará
200g de amêndoas cruas
100 g de semente de abóbora descascada (muito bom para colocar na massa do pão, e para as crianças comerem pois é vermífugo natural)
100g de semente de girassol descascada e torrada (tem que ser fresquinho, experimente e cheire antes para ver se não está velho)
500g de aveia em flocos


Costumo aumentar a lista comprando polvilho, maisena, feijão, granola, mel, melado, lentilha, canjica, frutas secas; e as quantidades que eu compro das coisas são maiores tipo 5kg de farinha integral.... mas eu uso muito aqui, pouca coisa eu compro pronta tipo massas, biscoito e bolos, a maioria eu mesma faço...

se vc quiser experimentar cozinhar no lugar do arroz branco, para experimentar, compre

1kg de arroz integral (gosto de comprar o cateto)
300g de cevadinha em grão
300g de trigo em grão

E tem mais mil coisas, como passas, granolas, damascos e outras frutas desidratadas, farinha de aveia, farinha de arroz......é muita coisa gente.
Bem....é isso! Com a lista básica dá para fazer bastante coisa, e fora não vai, pois todos os ingredientes são muito úteis. Pronto, agora ninguém me venha com a desculpa de que não sabe o que comprar, escutou mããe!!!???

Sugestão de boas compras em SP: zona cerealista para quem tem paciência, na av Mercúrio, Brás. Vai sair com sacolada de coisas, tem lojas que dão desconto se pagar em dinheiro.

sábado, 26 de setembro de 2009

Pão de farinha de banana verde


Você já conhece a farinha de banana verde? Eu comprei para experimentar, numa das minhas idas à zona cerealista de Sao Paulo. Ela serve para vários usos culinários, desde bolos, tortas, biscoitos, isso é o que o rótulo do produto indica, experimentei no pão dessa vez. Essa farinha deixa a massa mais escurinha, o pão fica com aparência de broa, mas muito macio, e não fica com gosto de banana, como imaginei. O que chama atenção do ponto de vista nutricional dessa farinha, é que ela possui um amido resistente, que processado no intestino grosso se transforma em substâncias benéficas ao nosso organismo e que vai prevenir tipos de câncer e diabetes. Bem, pelo preço (9 reais o pacote de 500g), de cara é um produto que a gente não compra todo mês, mas vale a pena mudar o gostinho das receitas trocando alguns ingredientes de vez em quando, é ou não é??!


Ingredientes:
1 colher de sopa de fermento em pó granulado para pão (ou 1 tablete de fermento fresco)
2 colheres de sopa de açúcar demerara
1 xícara de chá (200ml) de água
1 xícara de chá de farinha de banana verde
3 colheres de sopa de linhaça (triture na hora que for utilizar)
1 colher de sopa de levedura de cerveja
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de óleo de girassol
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo integral
3/4 de xícara de farinha de trigo branca (mais ou menos)

Preparo
Vá colocando os ingredientes numa tigela, um a um, mexendo bem, adicione a farinha branca aos poucos, amassando bem com as mãos, o ponto certo é estra macio, mas não grudando. Eu usei a batedeira planetária para bater bem a massa. Deixe crescer até dobrar de volume. Unte uma assadeira (a minha é pequenininha, mede 10X25cm), coloque a massa e deixe ela crescer mais um pouco. Hoje estava um dia quente, fiz a massa do pão enquanto preparava o almoço, às 11hs e estava assando as 13:30, que beleza, não? :o)



segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Bolo de cenoura com pedaços de chocolate




Hoje estava a fim de fazer um bolo rapidinho, sem cobertura, mas mesmo assim atender as necessidades chocólatras da mulherada..... então, saiu esse bolo de cenoura gostosinho, que servido fresquinho derrete o chocolate sobre o pratinho de servir...como num petit gateau...mmmm demais! O melhor é que não perde tempo fazendo a cobertura.

Ingredientes:
2 ovos
1/4 de xícara de chá de óleo
2 xícaras de chá de cenoura ralada
1/2 xícara de chá de água
1/2 xícara de açúcar demerara
1 xícara de chá de farinha de trigo integral
1/2 xícara de chá de farinha branca
1 colher de sopa de fermento em pó
1 xícara de chá de pedaços de chocolate amargo ou meio amargo

Preparo:
Bata no liquidificador os ovos, a cenoura, água, óleo e açúcar. Despeje numa tigela, adicione as farinhas e o fermento. Ligue o forno para ir aquecendo enquanto faz a massa. Unte uma forma (a que eu usei mede 32X21 cm) coloque a massa, e acomode os chocolates em cima. Mexa levemente com um garfo, cobrindo os chocolates (se não fizer isso, eles "queimam" com o calor do forno) Asse por mais ou menos, 30-40 minutos. Espete para ver se o palito sai limpo, depois de uns 30 minutos de forno, mas escolha uma parte que não tenha chocolate para espetar!.
Sirva morninho com um cafezinho fresco!


quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Sequilho de amêndoas com gotinhas de chocolate


Já deu pra perceber que adoro amêndoas né!

Esse biscoitinho não fica necessariamente um sequilho, mas desmancha na boca e tem um aroma e um sabor absurdamente delicioso!

Ingredientes:
2 ovos (de preferência caipira, de galinhas criadas soltas, sem hormônios)
1 xícara de chá de açúcar demerara
1 colher de sopa de manteiga
2 xícaras de chá de amêndoas cruas
1 e 1/2 xícara de chá de gotas de chocolate
2 xícaras de chá de polvilho doce
1/2 xícara de chá de farinha de trigo integral
1 colher de sopa rasa de fermento em pó para bolo

Preparo:
Bata na batedeira os ovos, manteiga e açúcar até ficar bem clarinho e cremoso. Enquanto isso, triture as amêndoas no liquidificador. Despeje as amêndoas na mistura anterior e continue batendo. Junte as gotinhas de chocolate, o polvilho, aos poucos. Eu usei a batedeira planetária e ela aguentou, a massa fica pesada. Pode-se também misturar manualmente, mexendo com uma colher de pau. Misture o fermento e a farinha e adicione à massa, unte uma forma, e acomode colheradas da massa na assadeira. Leve para assar em forno pré aquecido, médio por mais ou menos 20 minutos, ou dourar levemente em cima. Pode abrir o forno depois de 15 minutos de forno para verificar se já está bom, não vai estragar a bolacha. Retire da forma depois de frio, pois logo que saem do forno, os biscoitos não estão bem firmes. Depois de frio é só girar que ele sai com facilidade, mesmo que tenha grudado um pouco. Rende 55 biscoitos!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Farofinha de ovo com legumes



Ingredientes:
3 ovos
1/2 xícara de cebolinha verde
3 folhas de couve picadinhas (já fiz também usando folhas de beterrabas recém colhidas)
1 cenoura grande ralada no ralo grosso
1 colher de chá rasa de sal
1 xícara de farinha de milho (bijú)

Preparo:
Misture numa tigela os ovos, o tempero verde, sal, cenoura e a couve. Pegue uma panela anti-aderente, regue um fio de óleo de girassol, e despeje a mistura, mexendo de vez em quando com uma colher de pau. Jogue a farinha de milho e vá mexendo para desgrudar e ficar douradinho e soltinho. Acerte o sal e sirva.

sábado, 12 de setembro de 2009

Regador ecológico


Estou passando uma temporada com as crianças aqui na casa dos meus pais, em Curitiba, e meu pai tem hortas de diversas folhas, temperos, uma beleza, tudo orgânico e fresquinho. Olha uma coisa que meu pai fez aqui que é bem simples e serviu para minha filha regar as plantas sem desperdício de água.

Uma garrafa pet com uns furos de prego na tampa transformou-se num regador divertido e econômico, já que a criança tem que apertar um pouco a garrafa para a água sair. Eu gostei, pois minha filha muitas vezes derramava água demais nas plantas, o que acabava, por vezes, apodrecendo a raiz.

As crianças amam brincar com água. Eu gostei e fica a dica. Pouca água e muita brincadeira

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Bolo-torta de chocolate (sem farinha)


Ah! Esse bolo é continuação da receita de ontem! A mistura de aveia-água que sobrou a gente coloca no liquidificador com outros ingredientes. Resolvi colocar a receita inteira, com a ressalva que da próxima vez vou fazer sem o côco ralado para ver se funciona também, já que tem gente que não gosta, ou talvez trocando o côco por castanhas de caju picadas...

Ingredientes:
3/4 de xícara de aveia em flocos*
1 xícara de água*
* equivale ao resíduo da receita que citei.
1/2 xícara de chá de água
1/4 de xícara de chá de óleo de girassol
1 colher de sopa de vinagre branco
3 bananas nanicas
1/2 xícara de açúcar mascavo
3 xícaras de chá de chocolate picado, ou gotas de chocolate (a salware tem uma linha sem lactose)
2 xícaras de chá de côco ralado
2 colheres de sopa de cacau em pó
1 colher de sopa de fermento em pó

Preparo:
Coloque para bater no liquidificador: água, aveia, vinagre, óleo, bananas. Coloque numa tigela, junte os demais ingredientes e leve para assar numa assadeira untada e enfarinhada, retangular. Assa por mais ou menos 1 hora. Não adianta espetar o palito para ver se sai limpo, pois o bolo fica úmido, então... é só cuidar para não queimar!

Espere esfriar para cortar e sirva frio ou deixa na geladeira para servir geladinho.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Quibe de soja com aveia



Não costumo preparar coisas de soja, acho que não é uma fonte lá muito saudável de proteínas, acho que o fator *transgênico* faz do soja um vilão. A "pts, ou proteína de soja texturizada" não deixa de ser um subproduto do grão, algo industrializado, preparado a partir da farinha de soja. Eu uso com cautela e de vez em quando.

O dia em que preparei esta receita de quibe, fiz um bolo-torta de chocolate vegetariano também, então vou postar as duas receitas aqui em seguidinha!

Ingredientes:
1 xícara de chá de aveia
1 e 1/2 xícara de chá de água
* Bata esses dois ingredientes no liquidificador, vamos usar 3/4 de xícara dessa mistura. O que sobrar guarde para outra receita, ou para fazer uma vitamina, ou para o bolo-torta de chocolate que vou postar amanhã.

1/4 de xícara de chá de azeite de oliva
1 colher de sopa rasa de sal
1 pitada de orégano
1 xícara de proteína texturizada de soja
1 xícara de chá de trigo para quibe
1 cebola picadinha
1 xícara bem cheia de folhas de hortelã picadas

Preparo:
Misture o triguinho e a proteína de soja numa tigela e acrescente água para cobrir essa mistura, que deve ficar submersa, para hidratar bem. Deixe lá por trinta minutos. Enquanto isso, vá arrumando os temperos, pique a cebola, a hortelã, o azeite, e 3/4 de xícara de aveia com água que foi batido no liquidificador, misturando estes numa outra tigelinha.

Pegue uma peneira grande, escorrendo o excesso de água do triguinho+soja e esprema com as mãos para ir saindo o excesso de água, e vá colocando na tigela dos temperos. Misture tudo muito bem, tempere com sal, e orégano. Unte um refratário pequeno, e coloque a mistura apertando com uma colher.

Asse em forno pré, médio, por aproximadamente 50 minutos. Sirva frio.

Eu servi com batatas refogadas com cebola, salada verde, e trigo+cevadinha.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Bolo de cacau com amêndoas (vegan)



Ah! Sei que estou em dívida com as receitas, raramente chego perto do computador ultimamente, mas é por uma boa causa... logo vou divulgar por aqui...

Confesso que já estava com saudades das receitas vegan (sem produtos de origem animal) então, como vou visitar uma amiga logo mais, preparei este aqui, que ficou com gostinho de brownie! Eu aprecio muito sabores "meio amargo", principalmente quando se trata de chocolates, e este tem essa característica. E também é integral, sem farinhas e açúcares refinados, logo, bom para as crianças também! Optei pela não cobertura e sim servi-lo com um pedaço de chocolatinho amargo, e para os apreciadores de café, um fresquinho vai muito bem, obrigado!

Ingredientes: (medida da xícara 200ml)
1 e 1/2 xícara de chá de amêndoas cruas
3 colheres de sopa de linhaça dourada
1 xícara de chá de açúcar mascavo
2 colheres de sopa de açúcar demerara
1/2 xícara de chá de cacau em pó (se usar chocolate 50% cacau use 1 xícara mal cheia)
1 xícara de chá de farinha de trigo integral
1 colher de sopa rasinha de bicarbonato de sódio
1 xícara de chá de água
1 colher de sopa de vinagre de maçã ou de vinho
1/4 de xícara de chá de óleo de girassol
1 banana nanica

Preparo:
Ligue o forno para ir aquecendo.
Triture as amêndoas e a linhaça no liquidificador. Bata algumas vezes, desligue e mexa com uma colher de vez em quando, e torne a ligar, até ficar bem triturado.

Retire essa farinha para a tigela da batedeira, e acrescente o açúcar mascavo e demerara, o cacau peneirado, a farinha e o bicarbonato. Misture bem.

Pegue novamente o liquidificador, e coloque lá a água, o óleo, o vinagre a a banana, batendo bem até virar um creme.

Derrame aos poucos na tigela, misturando bem. Eu levei um pouco para bater na batedeira, o que deixa a massa mais fofinha, então fiz isso por 1 minuto, na planetária.

Unte uma forma com óleo, polvilhe um pouco de farinha, e derrame a massa do bolo, nivelando bem. Eu usei uma forma que mede 30X20cm.

Regule o forno para o médio e asse por mais ou menos 40 minutos, ou até espetar um palito e sair limpinho. Espere esfriar para cortar.

Olha como saiu do forno,

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Bolo integral de cenoura



Bem, devo dizer que este bolo foi uma experiência, mas que devo fazer outras para diminuir a quantidade de ovos, sem interferir na maciez. Enfim, usei farinha integral e menos óleo, que era uma coisa que me incomodava nas receitas-padrão de bolo de cenoura, muuito, muito óleo.

Ingredientes:
2 xícaras de chá de cenoura ralada
3 ovos (usei orgânicos, que meu cunhado trouxe do sítio! que maravilha)
1/4 de xícara de chá de óleo de girassol
1 xícara de chá de açúcar demerara
1/2 xícara de chá de água
1 e 1/2 xícara de chá de farinha integral
1/2 xícara de chá de farinha branca
1 colher de sopa rasa de fermento em pó

Preparo:
Coloque os ingredientes no liquidificador, menos as farinhas e fermento. Derrame a massa numa tigela, e adicione então as farinhas, batendo bem para incorporar "ar" à massa, e deixá-la fofinha. Acrescente o fermento em pó. Unte uma assadeira média, enfarinhe, e asse em forno pré por 40 minutos, aproximadamente.

Opcional para cobertura: Derreta 200g de chocolate, cubra o bolo, e espalhe amendoim torrado e moído em cima.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Pão de castanha de caju


Insisto em dizer.... se você nunca fez pão na vida, essa é a hora de começar a fazer! Depois de comer um pão desses, nem o melhor pão comprado será tão bom quanto! Nesse, juntei uma coisa que eu amo que são as castanhas, sempre tenho em casa castanhas de todo o tipo, amêndoas, nozes, do pará.... são as fontes de gordura mais saudável e também necessária ao nosso organismo.

Aqui na casa da mãe a fôrma de pão é maior....em casa eu uso uma forma um pouco maior que a de bolo inglês... aqui eu aumentei a quantidade de água e farinhas. Ah sempre lembrando que minha xícara de chá corresponde a 200ml. Espie!

Ingredientes
350ml de água
1/4 de xícara de óleo de girassol
3 colheres de sopa de açúcar mascavo
1 colher de sopa de fermento granulado ou 1 tablete de fermento biológico fresco
2 xícaras de chá de farinha de trigo integral
1 xícara de chá de farinha de soja torrada (eu uso a marca viapaxbio, que é orgânica)
1 colher de sopa rasinha de sal
1 xícara de chá de castanha de caju torrada e picadinha
farinha de trigo branca até dar o ponto (usei pouco mais de 1 xícara)

Preparo:
Vá colocando os ingredientes numa tigela, seguindo a ordem,e mexendo bem com uma colher de pau a cada adição. Quando não der mais para mexer, ponha a mão na massa, e amasse bem colocando a farinha branca até não grudar mais nas mãos. Faça uma bola com a massa e deixe crescer até dobrar de volume.

Unte uma forma de pão, modele a massa fazendo um rolo, coloque na forma e deixe crescer novamente. Asse em forno pré, temperatura média, por aproximadamente 40 minutos (depende muito de cada forno).

Eu comi com doce de abóbora caseiro, simplesmente incrível!

domingo, 16 de agosto de 2009

Bolo molhadinho de maçã



Essa receita deliciosa foi uma adaptação de uma receita da minha querida amiga Fernanda Passos... anote essa que uma forma inteira sumiu no café da tarde aqui, com as visitas! Sucesso garantido, e saúde também.

Ingredientes:

2 maçãs picadas e sem sementes (se for orgânica pode usar com casca)
1 ovo
1 e 3/4 de xícara de chá de iogurte natural (350ml) (usei o caseiro que eu fiz)
1/4 de xícara de chá de óleo de girassol
3/4 de xícara de açúcar demerara
3/4 de xícara de aveia em flocos
1 e 1/2 xícara de chá de farinha de trigo integral
1 colher de sopa rasa de fermento em pó

Cobertura:
1 xícara de chá de castanha do pará picadinha
2 maçãs pequenas sem casca picadas
1 banana nanica picadinha
3 colheres de sopa de passas escuras
1/2 xícara de chá de granola
canela em pó

Preparo:
Vamos fazer a massa: coloque no liquidificador as maçãs, o ovo, o iogurte, óleo, açúcar e aveia, batendo bem a cada adição. Despeje numa tigela e misture a farinha e o fermento, misturando bem. Coloque num refratário ou forma retangular, untada e enfarinhada. Eu usei uma que mede 30cmX23cm.

Agora a cobertura: acomode sobre o bolo, as maças picadas, as bananas, espalhe bem as passas, a granola e a castanha, e polvilhe canela.

Asse em forno médio, pré aquecido por aproximadamente 40 minutos.

Mmmm tirou do forno ficou assim: