quinta-feira, 15 de junho de 2017

Creme de cacau diferentão!

Pessoaaaaaas!



Quem gosta de um chocolate 70, 80 ou 100% cacau levanta a colher aí! Eu amo! Quando eu descobri esse creme, achei muito fantástico porque fica assim, muuuuuito gostoso, e amarguinho, parece algo mega gourmet e elaborado!!!! E eu tenho pessoinhas que não comem abacate aqui em casa, e que amam essa sobremesa :o)

O abacate é rico em fibra alimentar, cálcio, magnésio, fósforo, potássio.... enfim, um mega alimento do bem! Claro que devemos moderar seu uso porque é calórico, mas eu acredito que um corpo bem nutrido, não consegue comer em excesso. Ninguém come dois abacates inteiros por exemplo rs. Isso é assunto para outro post, mas uma certeza que eu tenho é que, quando o corpo está equilibrado nutricionalmente (e com menos enlatados e industrializados), a fadiga, a fome e as dores não tem vez. E as gorduras são necessárias à dieta humana. As gorduras naturais e boas: das castanhas, dos abacates, do coco..... certo?! Além dos benefícios para pele e cabelo... tudibom!

Experimenta fazer aí com esse abacate que te olha lá na feira e você nunca leva =D

Ingredientes:
1 abacate médio (minha polpa pesou 400g)
6 colheres (sopa) rasas de cacau (usei um cacau sem açúcar e bem preto)
3 colheres (sopa) rasas de açúcar mascavo ou de coco, ou melado de cana (você vai dosando o quanto gosta, e do açúcar que usa, e se usa)


Preparo:
Retire a polpa do abacate, e misture com os outros ingredientes. Bata tudo no mixer (eu usei aquele simplezinho, manual, porque no liquidificador faz muita sujeira e precisa por um pouco de água). Eu servi em taças, uma porção de 80g por pessoa, com umas uvas, e ficou delícia!!. Lembre que a qualidade do seu creme vai depender da qualidade do cacau heim!




Dica: Eu já fiz com a polpa congelada e dá certo também!. Compro e congelo ele quando está bem no ponto (macio). Retiro a polpa do abacate, e acomodo naqueles saquinhos zip. Depois dá para enriquecer uma vitamina de frutas por exemplo ou fazer esse creme dos deuses!!

terça-feira, 13 de junho de 2017

Leite de amêndoas

Quando eu ouvi o termo leite vegetal pela primeira vez, achei super esquisito, mas fiquei curiosa e resolvi dar uma espiadinha, pois como pode sair leite de um grão? É realmente impressionante. O sabor não tem nada a ver com leite de vaca, porém ele substitui o dito em quase tudo. Eu apaixonei!

Há algum tempo eu tenho usado esses leites, em substituição ao "leite de vaca", nas diversas receitas. Uso em vitaminas, em bolos, no pão, no molho branco etc etc etc.  "Leite" entre aspas, porque eu desconfio que o que vem dentro dessas caixinhas tetrapack é um emaranhado de misturas químicas que só servem para dar alergia. Quem conhece o leite lá da fazenda, tirado da vaquinha e fervido na hora, sabe o que estou falando. É muito diferente dessa 'água com cal' em caixinha. Quando usamos (raramente) leite de vaca aqui em casa, eu compro os de saquinho, pois como a pediatra das crianças diz, leite bom é aquele que estraga em 3 dias. É para pensar fora da caixa, literalmente :o)

Tem alguém com sinusite, rinite, algum quadro alergênico do trato respiratório na sua casa? Elimine o leite e tudo que tem lactose. Por uma semana. Faça essa experiência. Em vez de achocolatado, faz um chazinho, um suco de laranja, uma vitamina de frutas com o leite vegetal que vou dar a receitinha! Tenho certeza que essas "ites" vão tirar férias :o)

Leite de amêndoas 







(pode fazer também com avelãs, ou castanha do Pará, ou castanhas de caju >> mais gorduroso o de caju)

Ingredientes:
1 xícara de amêndoas cruas (e só!!)

Preparo:
Você vai deixar essas amêndoas de molho em água suficiente para cobri-las, por 8 a 12 hs. Deixar de molho é importante para eliminar o ácido fítico (anti-nutriente presente em todos os grãos e sementes, e que é liberado ao germinar. Deixar de molho estimula a germinação).Olha a amêndoa antes e depois como fica!


Depois disso, descarte a água, coloque no liquidificador as amêndoas e acrescente 3 xícaras de água filtrada. Triture bem, e coe num filtro de pano. (no supermercado vende filtros para café, de tecido).

Pronto!

 Agora você guarda numa jarra de vidro com tampa (se não tiver tampa, passe um plástico filme) e vai usando. A validade é 5 dias na geladeira, há quem congele, eu nunca testei e nem precisei pois uso antes disso!

Essa pastinha que sobrou eu faço patê!
Eu vou por a receita direitinho, mas é basicamente picar uma cebola, um tomatinho e por temperos verdes, um pouco de sal, azeite e limão. Fica divino! E mega blaster nutritivo. Ou você pode usar num bolo, substituindo parte da massa.

E xô lactose =D

sábado, 3 de junho de 2017

Omelete funcional (com chia)

Você sabia que a chia, além de ter um milhão de propriedades fantásticas para o organismo, também serve para substituir ovos nas receitas? Em geral, usa-se 1 colher de sopa de chia, hidratada em duas colheres de água, para substituir 1 ovo. Na minha receita de hoje, usei 1/2 colher.

Em geral calculo 1 ovo por pessoa na hora de dosar os ingredientes dessas omeletes com vegetais. Hoje resolvi substituir metade da quantidade de ovos pela chia e deu supercerto, além de ter saciado a fome por muito mais tempo. 

Eu servi nesse prato: nosso omelete funcional, polenta (vou postar receita, sem lactose, sem manteiga), inhame temperado com azeite e ervas ao forno, saladinha e frutas de sobremesa. Esse tamanho de prato é o de sobremesa, e essa porção de omelete foi a minha parte, logo, metade dessa receita :o) E juro que sacia!



Ingredientes (para duas crianças ou 1 adulto faminto)
1 ovo (de preferência de galinhas criadas soltas e felizes)
1/2 colher (sopa de chia) em 1 colher (sopa) de água (deixar hidratar por 10 minutos)
1/2 cenoura pequena e crua, ralada
1/2 cebola pequena, picada (aqui em casa os frescurites não podem enxergar a cebola senão não comem)
6 vagens cruas picadas em rodelas beeem finas
sal a gosto (uma pitada, não exagere)

Preparo:
Misture tudo, deixe o sal para o final, logo antes de levar à frigideira anti aderente (pincele minimamente com óleo de coco). Fogo mínimo. Acomode uma tampa, para que não fique cru por dentro. Usei uma frigideira de mais ou menos 22 cm de diâmetro.

Pronto!!
 Perfeito, crianças aprovaram :o) (inclusive o que "não come" vagem nem "nada de fubá".) Nessa foto, as cebolas estão em rodelas na omelete, o que eu acho muito mais diviníssimo de delícia.

Agora é só inovar nas misturas e arrasar aí nos lanches, almoços e cia. Até no café da manhã fica maravilhoso de bom. Hummm, mas falando em café da manhã, fiz um pão hoje, com leite de castanha de caju... que ficou um sonho! Volto para apresentar aqui em breve. Tchau!!

terça-feira, 30 de maio de 2017

Biscoito crocante de pasta de amendoim

Olá pessoas! Dei uma sumida por um tempo e já tem muita receita antiga aqui no blog que não me representa mais, mas vou deixar aí para consulta. Estou lendo um livro que chama-se "Barriga de trigo", de Willian Davis; e fiquei chocada com coisas que ele diz a respeito do gluten. Poderia discursar por horas aqui sobre as ideias malucas que tenho a respeito da indústria de alimentos processados, principalmente os refinados, agora essa história dos grãos modificados e etc e tal... ai ai ai.

Mas enfim, segue receitinha ZERO gluten pra você colocar aí no must have! Sem cobertura também é vegan, e sem lactose!

Só lembrando, pessoas amadas que minhas colheradas são bem generosas, tipo XXXG   ;o)



Ingredientes:

1 e 1/2 colher (sopa) de linhaça, de molho em 3 colheres (sopa) de água (deixa uns 20 minutos)
2 colheres (sopa) super cheias de pasta de amendoim sem açúcar (não use amendocrem e cia cheia de gordura hidrogenada pelamor)
3 colheres (sopa) cheias de açúcar mascavo
1 colher (sopa) de óleo de coco
4 colheres (sopa) de farinha de arroz (usei a integral)
1 colher de chá (comportada) de bicarbonato de sódio
2 colheres (sopa) de amido de milho (maisena)

Preparo:
Você já deixou a linhaça de molho certo: ok! (Eu pensei, no auge da minha sandice, que conseguiria triturar no liquidificador essa quantidade ínfima de linhaça com água, e fiz uma melequeira só. Não triturou nadinha. Então não faça isso, não triture nada no liquidificador)

Enfim, então você mistura a linhaça que estava de molho com os ingredientes na ordem que aparece. Dependendo da textura da pasta de amendoim que você estiver usando, pode ser que precise um pouquinho mais de farinha de arroz. A massa não pode ficar mole.

Abra a massa sobre um plástico filme, posicione outro plástico em cima, amasse com um rolo ate ficar bem fininho, tipo 2 ou 3 mm no máximo. Abra o plástico e corte com cortadores que quiser. Eu assei sobre o papel manteiga.

Agora o tempo de forno, minha gente. Sempre uma incógnita, porque forno tem vontade própria. Assei no 180 graus, por 15 minutos. Não pode deixar de menos, senão fica mole. E nem demais. Tem que testar mesmo. Mas garanto que é uma belezinha de biscoito. Já entrou na lista dos meus preferidos, eu amo amendoim!

Se quiser cobrir com chocolate e amendoim, fica uma bela apresentação. 

Obs: pasta de amendoim eu compro integral (só amendoim, e nada mais na composição)