quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Cookies integrais com gotinhas de chocolate

Para você, que aaaaaama cookies, assim como eu :o)

A receita tradicional de cookie é super açucarada, e não tem elementos integrais. Então fiz uma versão bem legal, que não fica aquela coisa muuuito doce, tem um sabor delicioso e macio. Testei várias receitas até chegar nessa. Bora lá!



Ingredientes: usei xícara de 250ml

1 embalagem de 200g de manteiga sem sal (deixar fora da geladeira umas duas horas pelo menos)
1 xícara e 1/2 de açúcar mascavo
4 colheres de sopa de linhaça triturada na hora
1 xícara de castanhas (usei 1/2 de castanha do pará e 1/2 de nozes, trituradas levemente)
1 xícara de aveia em flocos
1 xícara de farinha integral
1 pitada de sal
1 colher (café) rasiiiinha de cravo em pó
1 colher (café) rasa de gengibre em pó
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó (pode usar bicarbonato, mas altera um pouco o sabor :-/ )
1 tiquinho de noz moscada 
2 gemas
1 ovo
4 colheres (sopa)de leite
+ 1 xícara de farinha integral
2 xícaras de gotinhas de chocolate * (a única parte não tão saudável, mas necessária!!!)

Preparo:
Pegue uma tigela média, e vá colocando os ingredientes na ordem que aparece acima, mexendo após adicionar cada um. Só coloque as gotinhas depois que o resto estiver bem incorporado. Aqueça o forno no médio, forre assadeiras com papel manteiga, e com a ajuda de duas colheres de sopa forme biscoitos não muito próximos uns dos outros. O tempo de assar, não tem jeito, cada forno é de um jeito, e varia dependendo do tamanho que você preparou seus cookies. Mas é em média, 10 a 20 minutos, as segundas e terceiras fornadas quando o forno está mais quente, são mais rápidas que as outras. Pode abrir o forno aos 10 minutos para espiar, que não vai estragar tudo :o)  O que não vale é queimar. Eu? claro, já queimei vários, que raiva que dá. Mas como eu vivo dizendo para as crianças... tem que errar para aprender! 

* dica: mantenha as gotinhas no freezer. Assim elas não derretem completamente com o calor do forno, e o cookie fica mais bonito.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Antepasto de Berinjela (the best eveeeeeer)


Você pode não gostar de berinjela. Você pode não gostar de pimentão. Odiar alho. E fugir dos couverts meia boca que servem por aí. Mas, duvide ou não esse antepasto conquistou muitas pessoas, inclusive eu, que fazia parte do grupo nhenhenhe acima citado..... O dia que a minha querida amiga Fer me ensinou isso, e eu entao fiz... my God! Sabe quelas receitas que você não pode viver sua vida sem ao menos ter sentido o gosto uma vez. Sentiu??? Pois é isso mesmo. Pegue uma folga, corra para a feira, e vai fazer pelamordedeus!

Ingredientes
4 berinjelas japonesas (é melhor porque nao tem sementes, e a casca é mais fininha =))
1 pimentão vermelho médio
1 cebola média
1 cabeça de alho
15 azeitonas
1/2 xícara de salsinha picadinha (eu ainda corte uns três raminhos de cebolinha verde, da fininha)
2/3 copo de óleo de girassol (qualquer copo mãe! qualquer tamanho rs. pega o maior! rs)
2/3 copo de azeite de oliva extra virgem
2/3 copo de vinagre branco
1 colher rasa de chá, de sal (melhor colocar só isso e experimentar depois.....se faltar acrescenta)

Preparo
Eu tenho um acessório que adoro na cozinha, que é um picador de legumes, chama perfect dicer, da polishop. Você corta as coisas em rodelas com a faca, e pica bem pequenininho com esse acessório. Dá uma baita aparencia boa para esse antepasto por exemplo, porque fica uns cubinhos bonitinhos.

Simbora! Com acessório ou não, pique a berinjela com casca e tudo, após lavá-la muito bem, claro =)
Ligue o forno, coloque as berinjelas numa assadeira sem untar e deixe lá no forno médio, mexendo de vez em quando até ficar molinha e meio marronzinha. Eu acho que fica uns 15 ou 20 minutos mais ou menos.

Enquanto isso, descasque a cebola e o alho, pique o resto das coisas bem pequenininho e coloque numa tigela, misturando o azeite, óleo, vinagre, sal e tudo o mais. Quando a berinjela estiver marronzinha (sem queimar, pelamor!!), então desligue o forno, derrame a mistureba na assadeira, e deixe lá até o forno esfriar. WONDERFUL!

Depois que esfriar, guarde em potes de vidro e deixe na geladeira. Sim, mate os vizinhos do coração com o cheiro maravilhoso que vai sair por debaixo da sua porta e janelas :o)

Ai caramba! Vai fazer um pão pra acompanhar também, Uia!!! Cheio de receitas aqui do lado por sinal!!!

domingo, 24 de julho de 2011

Cada macaco no seu galho.

Se você parar pra pensar a vida da gente é como as fases da lua. As vezes cresce, as vezes mingua, enche, e por fim se renova. Não necessariamente nessa ordem, mas é a mais óbvia do meu ponto de vista....!

Com o devido cuidado para não despencar nas lacunas existentes por entre as fases, cada tropeço é um aprendizado. E deixar de fazer coisas que a gente ama, para redescobri-las depois, em  uma nova versão, é demais. Porque vemos com olhos mais críticos. Porque aceitamos a opinião, incorporamos, acrescentamos e piramos!

Hoje, por exemplo, depois de muito tempo sem aparecer na cozinha, eu fiz um pão. Ia postar. Ele não cresceu, rs. Ficou chumbreguinha, mas muito gostoso. Já sei, de cara, que exagerei no que chamo de "acessórios do pão", fibras, linhaça etc, e que acabou pesando a massa.... eu tenho um lance meio radical com visualização, aparencia e tals então ele não vai figurar aqui nessa pagina recheada de palavras pensantes.... tem coisa que é assim, ou então, não é pra ser...

Se voce tem uma receita incrivel que marcou um momento seu, mande para mim, lpohlod@yahoo.com.br, ou apenas compartilhe o bla bla bla, aqui nessa caixa de lenha do lado do fogão...
 
Visitantes